Nas últimas décadas, a cultura do documentário fortaleceu-se como que para nos orientar diante da inflação audiovisual e da algaravia digital. O olhar de um autor a partir de e sobre o real desafia o caos, abrindo uma janela iluminista para o mundo.

Ecoando Orwell, o tabuleiro se tornou mais complexo com a profusão, até oficial em certas paragens, de “fatos alternativos” e “notícias falsas”. Contra estes, um dos antídotos essenciais se encontra na vigorosa produção de documentários, mais uma vez espelhada pela seleção deste festival.